sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Área de lazer da Dias da Cruz foi suspensa autoritariamente

Dezembro | 2013 Ano IV – Edição 54 – AMME – Jorge Barata

Coluna AMME - Jorge BarataÁrea de Lazer da Dias da Cruz foi suspensa autoritariamente
Apesar da AMME ter se manifestado contrariamente, o poder público municipal cancelou a área de lazer da rua Dias da Cruz, durante o mês de dezembro, de forma autoritária, sem sequer conversar. Nos anos anteriores, por acordo antigo entra as associações de moradores e comerciantes, a rua Dias da Cruz ficava aberta dois domingos antes do Natal, aceito consensualmente como suficiente. Infelizmente parece que quiseram puxar o saco dos poucos comerciantes que abrem aos domingos neste mês. Podem ter ganhado a simpatia desses comerciantes para as eleições do ano que vem, mas, com certeza, ganharam a antipatia da grande maioria da população. Inclusive, sem aviso prévio, eles têm deixado sem lazer a Dias Da Cruz em outros feriados. Enviamos e-mail ao Prefeito relatando essas situações e vamos tentar conversar pessoalmente.
Esperamos que em 2014, não mexam no funcionamento desse espaço.

Multas
As multas da Rua Hermengarda estão chegando; aconselhamos a todos que recorram. Se quiserem adaptar as suas argumentações às sugeridas por advogado, visitem nosso blog: ammemeierrj.blogspot.com.br. Quanto a esse assunto, o Subprefeito não nos retornou sobre a reunião com o Secretário Municipal de Transporte. Não devemos desistir. Insistiremos com as nossas reivindicações.

Meio Ambiente
O Méier precisa de um intenso plantio de árvores. Alguns comerciantes mandaram cortar, para não esconder seus letreiros, não ter trabalho de limpar as folhas ou até mesmo desapego a nossa natureza.
Muitas árvores bonitas e frondosas foram cortadas pelo poder público. É preciso replantar e punir aqueles que matam as árvores com objetivo de melhor visualização de suas empresas.

Desejamos a todos Feliz Natal e Próspero 2014!

6 comentários:

Wilton Ribeiro disse...

Oferecemos aos associados e moradores, o Plano de Assistência Jurídica. Aguardo contato. somabrasil@uol.com.br

Ana Paula disse...

Estão derrubando árvores de um terreno na Carolina Santos. Um empreendimento imobiliário. São árvores centenárias. Gostaria de saber se tem o aval da Prefeitura. O empreendimento fica no segundo quarteirão, próximo ao número 48. são aproximadamente 20 árvores.

BONDeblog S. O. disse...

BOA TARDE

O LINK com a cobertura da PASSEATA / PROTESTO - pedindo mais segurança pode ser encontrado aqui.

http://007bondeblogbrasil.blogspot.com.br/2014/05/meier-faz-protesto-por-mais-seguranca.html

Vídeos - fotos - entrevista

Um abraço, e conte com o 007bondenotícias PARA DIVULGAR AÇÕES e eventos.

Anônimo disse...

Acho um absurdo o fechamento da rua dias da cruz aos domingos. Temos outras ruas secundarias que poderiam ser utilizadas para esse fim como por exemplo rua venceslau, rua magalhaes couto, rua manoela barbosa ou ate mesmo somente o trecho inicial da dias da cruz com fim na rua Ana barbosa.

Esse fechamento prejudica o comércio e a circulação do trânsito pelo bairro.

Não sou contra a area de lazer... acho importante porém em outra rua.

Anônimo disse...

PERCEBI AGORA QUE O SOBRE DO NOSSO "PRESIDENTE DA AMM" LEVA A NOME B A R A T A AI ENTENDO... TUDO QUE ESSA FAMILIA DE SOBRENOME B A R A T A FAZ E MANIPULAR E SE AUTOBENEFICIAR POR ISSO QUE VIVEMOS ESSE CAOS NA NOSSA CIDADE.

TEMOS QUE ERRADICAR ESSE SOBRENOME B A R A T A DE TUDO QUE REFLETE POLITICA OU ADMINiSTRACAO PUBLICA.

DEVE ESTAR FECHANDO A DIAS DA CRUZ PARA BENEFICIAR $$$$ O NORT SHOPING POIS OBRIGA O POSSIVEL COMPRADOR OU CONSUMIDOR DE IR AO SHOPPING POIS S DIAS FECHADA IMPOSSIBILITA E DIFICILTA O ACESSO AOS RESTAURANTES, FAST FOOD E ETC.

PARABENS FAMILIA B A R A T A !!!@

Rafael disse...

Venho por meio deste publicar meu manifesto de indignação perante a mudança de sentido do tráfego na rua Fábio Luz, fato que ocorreu há cerca de dois anos.

Senhores, primeiramente, afirmo com veemência que não é necessário ser um engenheiro de tráfego para perceber o quão absurda foi esta decisão.
Explico:

1) A rua Fábio Luz, notoriamente residencial, é estreita: na prática possui apenas uma faixa, uma vez que sempre há muitos carros estacionados.

2)A rua Pedro de Carvalho, a qual possui um volume de estabelecimentos comerciais consideravelmente superior, é bastante larga, possuindo 3 faixas, mesmo com carros estacionados ao longo de sua extensão.

3)A rua Dias da Cruz é a principal do Méier e, portanto, o volume de tráfego e comércio é bastante intenso em toda a sua extensão. Pode-se dizer que, por ser uma via principal, a demanda de acesso à Dias da Cruz é alta. Afinal, a citada rua é caminho para muitos lugares, não só do Méier.

Tendo em vista os fatos acima expostos, pode-se afirmar o seguinte: como a Dias da Cruz é uma rua principal, são poucos os carros que saem dela dentro do Méier. Praticamente, apenas pessoas que moram ou trabalham no bairro sairão dela antes de seu final. Com isso, qualquer via de acesso à Dias da Cruz será bastante demandada pelo tráfego e qualquer via de saída da citada rua terá pouca procura (praticamente só moradores e trabalhadores do bairro, conforme explicado acima). Sendo assim, vamos à situação atual:
A Rua Fábio Luz atualmente é um acesso à Rua Dias da Cruz e, por isso, o volume de tráfego na mesma aumentou drasticamente em comparação ao que existia anteriormente à mudança de sentido. Conforme dito acima, ela possui apenas uma faixa e fica sobrecarregada. Os carros se afunilam para entrar na Dias da Cruz, o que é piorado pela presença de um semáforo posto logo após o fim da Fábio Luz. O engarrafamento é intenso.
A Rua Pedro de Carvalho é agora uma saída da Dias da Cruz e, pelos motivos expostos, está vazia. Suas três faixas agora são subaproveitadas.

Face o exposto e visando aprimorar a eficiência do tráfego no Méier, proponho a mudança de sentido nas ruas Fábio Luz e Pedro de Carvalho.